Intervenções parar cessação tabágica para pessoas com cancro de pulmão

Contexto

O cancro do pulmão é a causa mais comum de morte por cancro em todo o mundo. O tabagismo constitui o fator de risco mais importante para o cancro do pulmão. A maioria das pessoas com cancro do pulmão ainda são fumadores ativos ao diagnóstico ou frequentemente têm recaída após a cessação tabágica. Parar de fumar é a maneira mais eficaz para os fumadores reduzirem o risco de morte prematura e incapacidade. As intervenções para cessação tabágica podem ser divididas em intervenções psicossociais (métodos que não utilizam medicamentos, como aconselhamento e terapia) e intervenções farmacológicas (medicamentos, como a nicotina corrigida). Tratamentos comportamentais (métodos que alteram o comportamento de uma pessoa) e farmacológicos são reconhecidos métodos de trabalho complementares, e para melhorar as chances de manter a abstinência de longo prazo de forma independente. Parar de fumar após o diagnóstico de cancro do pulmão pode estar associado à diminuição da mortalidade, complicações pós-operatórias, recorrência e incidência de segundo câncer de pulmão primário, e maior efetividade do tratamento e qualidade de vida. As intervenções da cessação tabágica desempenham um papel importante na gestão de pessoas com cancro. Fumadores atuais e antigos, especialmente pessoas com cancro do pulmão, devem ser encorajados a parar de fumar. No entanto, os efeitos de qualquer tipo de programa de cessação tabágica para pessoas com cancro do pulmão não são claros.

Pergunta de revisão

O nosso objectivo foi determinar a efetividade de qualquer tipo de programa de cessação tavbágica para pessoas com cancro do pulmão.

Resultados chave

Nós procuramos bases de dados médicas até 22 dezembro 2018 e outros Websites até 30 Dezembro 2018. Não encontrámos ensaios clínicos randomizados controlados (estudo clínico em que as pessoas são aleatoriamente colocadas em um dos dois ou mais grupos de tratamento) para inclusão. Encontrámos quatro ensaios em curso, para inclusão quando os dados se tornarem disponíveis. A partir de hoje, não podemos concluir se as intervenções de cessação tabágica são eficazes para pessoas com cancro do pulmão e se um método é mais eficaz do que qualquer outro. Pessoas com cancro do pulmão devem ser encorajadas a parar de fumar e oferecer ajuda com a cessação tabágica, mas não podemos recomendar qualquer tipo de intervenção de cessação tabágica para pessoas com cancro do pulmão. Ensaios clínicos randomizados e controlados de alta qualidade são necessários para responder a esta pergunta.

Qualidade da evidência

Nenhum estudo cumpriu os nossos critérios de inclusão, pelo que não houve evidência de boa qualidade.

Notas de tradução: 

Traduzido por: Mariana Alves, Médica do Internato de Formação Específica de Medicina Interna, Centro Hospitalar de Lisboa Norte, Lisboa, Portugal. Com o apoio da Cochrane Portugal.

Tools
Information
Share/Save