Cuidados multidisciplinares para pessoas com síndrome de Guillain-Barré

A síndrome de Guillain-Barré (SGB) é uma doença neurológica que leva os pacientes a terem uma diminuição generalizada da força, alteração da sensibilidade e, por vezes, problemas respiratórios. Ela pode levar a incapacidade de longa duração, que pode melhorar com o tratamento de reabilitação feito por uma equipe “multidisciplinar”, composta por diferentes profissionais (por exemplo, médicos, enfermeiros, terapeutas) trabalhando de forma organizada e coordenada.

Esta revisão não encontrou nenhum ensaio clínico randomizado que avaliou a eficiência desse tipo de reabilitação multidisciplinar. A evidência existente é de qualidade muito baixa e vem de estudos não randomizados. Essa evidência sugere que o trabalho multidisciplinar pode melhorar a incapacidade e a qualidade de vida dos pacientes, no curto prazo.

A ausência de estudos não deve ser interpretada como evidência de que o cuidado multidisciplinar seja ineficaz. São necessários mais estudos com desenho adequado e que avaliem as necessidades dos cuidadores e diversos outros aspectos relacionados à assistência multidisciplinar para os pacientes com síndrome de Guillain-Barré.

Conclusão dos autores: 

Diante da ausência de ensaios clínicos randomizados ou controlados, a “melhor” evidência disponível atualmente vem de três estudos observacionais de “qualidade muito baixa”.  Esses estudos fornecem algum apoio para a reabilitação multidisciplinar de alta intensidade durante a internação na melhora da incapacidade e da qualidade de vida, medida como redução da deficiência (participação) no curto prazo (menos de 6 meses). Estas conclusões são preliminares e a falta atual de estudos nessa área não deve ser interpretada como evidência de que a assistência multidisciplinar é ineficaz. É necessário fazer mais pesquisas com desenho adequado, descrição da forma de avaliação dos desfechos, que levem em consideração as necessidades dos cuidadores e os locais, tipo, intensidade ou frequência da intervenção, assim como o custo-efetividade do cuidado multidisciplinar nos pacientes com Guillain-Barré.

Leia o resumo na íntegra...
Contexto: 

A síndrome de Guillain-Barré é uma causa importante de incapacidade motora de longa duração. Acredita-se que os cuidados multidisciplinares seriam adequados para esses pacientes. Porém as evidências quanto à eficácia deste tipo de cuidado ainda não são claras.

Objetivos: 

Avaliar a efetividade da assistência multidisciplinar em adultos com síndrome de Guillain-Barré. Avaliar especialmente quais tipos de abordagens são mais efetivas (em que ambiente, qual intensidade) e quais são os desfechos que são modificados com essa intervenção.

Estratégia de busca: 

Fizemos buscas nas seguintes bases de dados: Cochrane Neuromuscular Disease Group Specialized Register (20 de maio de 2010), The Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL, The Cochrane Library 2010, Issue 2), MEDLINE (1966 até maio 2010), EMBASE (1980 até maio 2010), CINAHL (1982 até maio 2010), AMED (1985 até maio 2010), PEDro (1982 até maio 2010) e LILACS (1982 até maio 2010). Verificamos as listas de referências dos artigos identificados e contatamos autores e especialistas da área para encontrar estudos adicionais, publicados e não publicados.

Critérios de seleção: 

Incluímos ensaios clínicos randomizados e controlados que compararam a assistência multidisciplinar na síndrome de Guillain-Barré versus serviços locais rotineiramente disponíveis ou níveis de assistência de menor complexidade. Também incluímos estudos que compararam a assistência multidisciplinar oferecida em diferentes locais ou com diferentes níveis de intensidade.

Incluímos outros tipos de estudos (como os observacionais) somente na Discussão, uma vez que esses estudos trazem uma contribuição limitada para a síntese das melhores evidências.

Coleta dos dados e análises: 

Fizemos uma síntese da “melhor evidência” baseada na qualidade metodológica.

Resultados principais: 

Não identificamos nenhum estudo elegível para inclusão na revisão. Apresentamos um resumo dos resultados de três estudos observacionais na Discussão desta revisão.

Notas de tradução: 

Tradução do Cochrane Brazil (Thiago Souza Coelho). Contato: tradutores@centrocochranedobrasil.org.br

Tools
Information
Share/Save