Vacinas pneumocócicas para crianças e adultos com fibrose cística

Pergunta da revisão

Revisamos a evidência sobre o efeito de vacinar pessoas com fibrose cística com uma vacina que protege contra as infecções causadas pela bactéria pneumococo.

Introdução

A fibrose cística é uma doença hereditária que faz com que o muco produzido pelos pulmões seja mais pegajoso do que o normal. Isso causa infecções pulmonares frequentes e dano aos pulmões. O pneumococo é um tipo de bactéria que pode causar infecções em muitas partes do corpo. Essas infecções podem ser muito sérias e podem levar a pessoa afetada a ficar gravemente doente e até a morrer.

Existem dois tipos de vacinas que podem ajudar a proteger as pessoas contra algumas bactérias pneumocócicas. Uma dessas vacinas é usada em crianças com menos de dois anos de idade e a outra é usada em crianças mais velhas e adultos. Esta revisão teve o objetivo de encontrar estudos que compararam vacinar (com qualquer uma das duas vacinas) com não vacinar ou com dar uma vacina placebo (sem nenhum princípio ativo, uma vacina “de mentira”) para descobrir se a vacina pneumocócica poderia reduzir o risco de as pessoas com fibrose cística ficarem gravemente doentes ou morrerem. Essa é uma atualização de uma revisão publicada anteriormente.

Data da busca

A evidência foi atualizada no dia 27 de junho de 2016.

Características do estudo

Não encontramos nenhum estudo relevante para incluir nesta revisão.

Principais resultados

A evidência para apoiar o uso da vacinação de rotina contra a infecção pneumocócica não é forte. Apesar disso, muitos países atualmente recomendam que todas as crianças devem receber a vacina como parte dos seus programas de imunização infantil.

Conclusão dos autores: 

Como não identificamos nenhum estudo, não podemos concluir sobre a eficácia da imunização pneumocócica de rotina na redução da morbidade e mortalidade dos pacientes com fibrose cística. Como muitos países atualmente incluem a imunização pneumocócica em seus calendários de vacinação infantil, é improvável que outros ECRs sobre esse tema venham a ser feitos no futuro. Estudos epidemiológicos bem conduzidos podem ajudar a avaliar a eficácia da imunização pneumocócica na redução da morbidade e mortalidade dos pacientes com fibrose cística.

Leia o resumo na íntegra...
Contexto: 

A doença pneumocócica invasiva está associada à taxa de mortalidade significativa. Muitos países introduziram a vacinação pneumocócica no seu programa de imunização infantil. Apesar de a doença pneumocócica ser incomum nos pacientes com fibrose cística, a imunização pneumocócica pode oferecer alguma proteção contra as exacerbações pulmonares causadas por esse patógeno. Nos Estados Unidos e no Reino Unido, a vacinação pneumocócica é atualmente recomendada para todas as crianças e adultos com fibrose cística. Esta é uma atualização de uma revisão publicada anteriormente.

Objetivos: 

Avaliar a eficácia das vacinas pneumocócicas na reduçãoda morbidade em pacientes com fibrose cística.

Estratégia de busca: 

Fizemos buscas no “Cochrane Cystic Fibrosis and Genetic Disorders Group Cystic Fibrosis Trials Register”, que inclui referências indexadas em várias bases de dados eletrônicas, buscas manuais de revistas relevantes e anais de congressos. Além disso, entramos em contato com os fabricantes das vacinas pneumocócicas conjugada e de polissacarídeos.

Data da busca mais recente: 27 de junho de 2016.

Critérios de seleção: 

Incluímos ensaios clínicos randomizados (ECR) e quase-randomizados que compararam a vacinação pneumocócica (de polissacarídeos ou conjugada) com não vacinar ou com dar uma vacina placebo, em crianças ou adultos com fibrose cística.

Coleta dos dados e análises: 

Não identificamos nenhum ECR relevante.

Resultados principais: 

Não há estudos incluídos nesta revisão.

Notas de tradução: 

Traduzido por Cochrane do Brasil (Carolina Ponich Clementino). Contato: tradutores@centrocochranedobrasil.org.br

Tools
Information
Share/Save