Alfa-bloqueantes destinados ao tratamento de cálculos ureterais em doentes adultos com sintomas de litíase renal

Pergunta de investigação

Será que o tratamento médico com alfa-bloqueantes melhora os resultados de doentes com sintomas de cálculos ureterais?

Contexto

O ureter é um canal que permite o transporte de urina entre o rim e a bexiga. A sua obstrução origina frequentemente dor motivando que os doentes consultem um médico. Dependendo da porção do ureter onde o cálculo se aloje e das suas dimensões, o cálculo será frequentemente expelido expontaneamente para a bexiga ao longo de semanas. Se o cálculo não for expelido expontaneamente, é frequentemente necessário realizar intervenções para remover o cálculo.

Os alfa-bloqueantes são medicamentos que relaxam os músculos do tracto urinário podendo acelerar a expulsão de cálculos para a bexiga. No entanto, a sua utilização pode estar associada a efeitos indesejados. Actualizámos uma Revisão prévia da Cochrane de 2014 de modo a avaliar os efeitos dos alfa-bloqueantes.

Características do estudo

Tendo por base a nossa pesquisa mais recente da literatura, realizada até Novembro de 2017, incluímos 64 estudos com 10509 participantes. Destes estudos, 15 compararam alfa-bloqueantes com placebo, tendo sido incluídos 5787 participantes. Um placebo é um comprimido com aparência e sabor exactamente igual ao do medicamento verdadeiro. Neste sentido, os participantes não souberam qual dos comprimidos receberam. Estes estudos apresentaram qualidade de evidência superior, pelo que a nossa confiança nos seus resultados é superior.

Resultados principais

Tendo por base o sub-grupo de estudos com qualidade de evidência superior que utilizaram um placebo, os alfa-bloqueantes resultaram provavelmente num número mais elevado de pessoas a expelirem cálculos ureterais. No entanto, estes doentes apresentam provavelmente efeitos indesejados ligeiramente mais graves desta medicação.

Os doentes medicados com alfa-bloqueantes podem demorar menos tempo a expelir cálculos, podem utilizar menor dose de diclofenac (o qual é um medicamento para a dor) e têm menor probabilidade de serem internados no hospital. No entanto, a necessidade de intervenção cirúrgica para resolução da litíase renal foi semelhante.

Após completar análises adicionais, verificámos que os efeitos dos alfa-bloqueantes podem ser diferentes em doentes com cálculos de menores dimensões (5 mm ou inferior) comparativamente aos de maiores dimensões (5 mm ou superior). A eficácia deste tipo de medicação parece ser superior em cálculos de maiores dimensões. Não detectámos diferenças na eficácia dos alfa-bloqueantes, independentemente da localização da obstrução no ureter ou do tipo de alfa-bloqueante utilizado.

Conclusões dos autores

A utilização de alfa-bloqueantes em doentes com cálculos a obstruir o ureter encontra-se provavelmente associada à expulsão facilitada de cálculos, mas origina um número ligeiramente mais elevado de efeitos indesejados. Os alfa-bloqueantes aparentam ter maior eficácia em doentes com cálculos de maiores dimensões (5 mm ou superior) do que nos de menores dimensões (5 mm ou inferior).

Qualidade da evidência

A qualidade da evidência da maioria dos resultados avaliados foi baixa a moderada. A nossa confiança na maioria dos resultados apresentados é ligeira a moderada.

Notas de tradução: 

Notas de tradução: Tradução por Miguel Bigotte Vieira, Serviço de Nefrologia e Transplantação Renal, Centro Hospitalar Lisboa Norte, com o apoio da Cochrane Portugal

Tools
Information
Share/Save