Tratamentos para prevenir a recorrência da depressão em crianças e adolescentes.

Muitas crianças e adolescentes diagnosticados com perturbação depressiva vão experienciar uma recaída ou recorrência dos seus sintomas. Pouco é conhecido acerca de qual a abordagem terapêutica que melhor funciona a prevenir a ocorrência disto, uma vez a criança ou adolescente tendo incialmente remitido ou recuperado de um episódio depressivo. Esta revisão visou determinar a eficácia de intervenções precoces, incluindo psicológicas, sociais e farmacológicas a prevenir a recaída ou recorrência de perturbações depressivas em crianças e adolescentes. Esta revisão incluiu nove estudos que avaliaram a eficácia da medicação antidepressiva e terapias psicológicas na redução do risco de um episódio depressivo futuro em crianças e adolescentes. Os ensaios variaram na sua qualidade e desenho metodológico, limitando conclusões que pudessem ser extraídas dos resultados. No geral, esta revisão descobriu que a medicação antidepressiva reduz a probabilidade de crianças e adolescentes experienciarem outro episódio de depressão, comparada com um comprimido de placebo. Terapias psicológicas também parecem promissoras como tratamento para prevenir futuros episódios depressivos, embora dados os assuntos acima mencionados no que concerne à qualidade e ao desenho do ensaios, juntamente com o pequeno número de ensaios incluídos nesta revisão, não é claro quão eficazes estas terapias são no presente.

Notas de tradução: 

Traduzido por: Ricardo Manuel Delgado, Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, com o apoio da Cochrane Portugal.

Tools
Information
Share/Save