Antibióticos a longo prazo para prevenir infeções do trato urinário em crianças

Qual é o problema?

As infeções da bexiga e do trato urinário (infeções do trato urinário – ITU) são comuns em crianças, especialmente raparigas. Originam sintomas desconfortáveis incluindo vómitos, febre e cansaço. Em algumas crianças pode ocorrer lesão renal bem como infeções repetidas. Existe um aumento do risco de lesão renal em infeções repetidas. Alguns médicos prescrevem antibióticos a longo prazo para prevenir infeções recorrentes, mas tal pode originar efeitos adversos tais como vómitos.

O que realizámos?

Pesquisámos bases de dados eletrónicas e listas de referência para identificar e resumir os resultados de ensaios aleatorizados controlados que compararam antibióticos em baixa dose administrados durante pelo menos 2 meses, com ausência de tratamento ou placebo em crianças com risco de ITU. Também identificámos estudos comparando diferentes tipos e doses de antibióticos.

O que detetámos?

Foram incluídos 16 estudos (2036 crianças aleatorizadas, 1977 analisadas). Esta revisão detetou que os antibióticos a longo prazo poderão reduzir o risco de infeções sintomáticas repetidas mas o benefício é provavelmente reduzido e tem de se ter em consideração o aumento de probabilidade de infeções futuras serem provavelmente causadas por bactérias resistentes ao antibiótico administrado.

Conclusões:

A longo prazo, os antibióticos em baixa dose para prevenir ITU de repetição devem ser reservados para as crianças em alto risco de infeção, tais como crianças pequenas, e crianças nas quais os médicos pretendam muito reduzir o risco de infeções adicionais, tais como crianças com alterações renais.

Notas de tradução: 

Tradução por Miguel Bigotte Vieira, Serviço de Nefrologia, Hospital Curry Cabral, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, com o apoio da Cochrane Portugal

Tools
Information
Share/Save