Estimulação elétrica para a incontinência fecal em adultos

Incontinência fecal (incapacidade de controlar movimentos intestinais ou escapes de fezes do ânus) pode ser um problema muito embaraçoso e causa de restrição social. Existem muitas causas possíveis, incluindo lesões de canal de parto aos músculos que controlam a evacuação. Estimulação elétrica direta desses músculos tem sido usada para tentar ajudar as pessoas com incontinência fecal. A avaliação concluiu que não há evidências suficientes de ensaios clínicos para avaliar se a estimulação elétrica é útil. Exercícios e estimulação elétrica usados no ânus pode ser mais úteis do que exercícios vaginais para as mulheres com incontinência fecal após o parto.

Conclusão dos autores: 

Atualmente, não existem dados suficientes que permitam conclusões confiáveis a serem obtidas sobre os efeitos da estimulação elétrica no tratamento da incontinência fecal. Há uma sugestão de que a estimulação eléctrica possa ter um efeito terapêutico, mas isso não é certo. Ensaios clínicos maiores e mais generalizáveis são necessários.

Leia o resumo na íntegra...
Contexto: 

A incontinência fecal é uma condição particularmente angustiante e constrangedora, com implicações médicas, sociais e económicas significativas. A estimulação elétrica tem sido usada com aparente sucesso no tratamento da incontinência fecal. No entanto, os padrões de tratamento ainda são escassos e a magnitude dos potenciais benefícios ainda não foram estabelecidos.

Objetivos: 

Determinar os efeitos da estimulação eléctrica para o tratamento da incontinência fecal em adultos.

Estratégia de busca: 

Nós investigamos na Cochrane Incontinence Group Specialised Trials Register (pesquisada realizada em 13 de março de 2007) e as listas de referências de artigos potencialmente elegíveis.

Critérios de seleção: 

Todos os ensaios clínicos randomizados ou quase randomizados que avaliaram a estimulação elétrica em adultos com incontinência fecal.

Coleta dos dados e análises: 

Dois revisores avaliaram a qualidade metodológica dos ensaios clínicos potencialmente elegíveis e extraíram os dados de forma independente dos ensaios clínicos incluídos. Uma grande variedade de medidas de resultados foram consideradas.

Resultados principais: 


Quatro ensaios clínicos elegíveis foram identificados com 260 participantes. Os resultados de um ensaio clínico sugerem que a estimulação elétrica com biofeedback anal e exercícios oferece mais benefícios à curto prazo do que o biofeedback vaginal e exercícios para mulheres com incontinência fecal relacionada à causas obstétricas. Um outro estudo encontrou resultados contraditórios, sem benefício adicional da estimulação elétrica sobre biofeedback e exercícios sozinhos. Embora todos os ensaios clínicos relatam que os sintomas do paciente são geralmente melhorados, não está claro que este seja um efeito da estimulação eléctrica. Não existem outras conclusões que possam ser extraídas dos dados disponíveis.

Notas de tradução: 

Traduzido por: Pedro Luiz Toledo de Arruda Lourencao, Unidade de Medicina Baseada em Evidências da Unesp, Brazil Contato: portuguese.ebm.unit@gmail.com

Tools
Information
Share/Save