Coleção Especial: Coronavírus (COVID-19): otimizando a saúde das pessoas que trabalham de casa

Coronavírus (COVID-19): otimizando a saúde das pessoas que trabalham de casa

Esta Coleção Especial faz parte de uma série de coleções sobre a COVID-19 que será atualizada se novas revisões forem publicadas. Também está disponível em Francês, Japonês, Malaio,Português, Espanhol.

Para ajudar a reduzir a propagação da COVID-19, os trabalhadores em muitos países mudaram seus hábitos de trabalho habituais e estão trabalhando de casa, quando possível. Trabalhar em casa envolve muitas vezes sentar-se e trabalhar ao computador durante muito tempo.

Esta Coleção Especial, desenvolvida em colaboração com a Cochrane Work, reúne Revisões Cochrane que resumem as evidências sobre como manter a saúde e o bem-estar ao trabalhar em casa devido à pandemia da COVID-19. Inclui revisões sistemáticas que avaliaram os efeitos das intervenções relacionadas com a manutenção da atividade física, a optimização do ambiente de trabalho e a prevenção de problemas músculo-esqueléticos e oculares.

Por favor, notem que as revisões incluídas nesta Coleção Especial apenas resumem as evidências disponíveis. A inclusão de uma revisão na Coleção não significa que as intervenções avaliadas sejam eficazes.

Atualização de 20 de maio de 2020: traduções adicionadas em Francês, Japonês, Malaio, Português e Espanhol.

 

Pausas nos horários de trabalho para prevenir sintomas e distúrbios músculo-esqueléticos em trabalhadores saudáveis

As pausas no trabalho podem ser vantajosas em locais onde existe uma alta prevalência de sintomas ou problemas músculo-esqueléticos relacionados com o trabalho. Geralmente assume-se que as pausas no trabalho podem proporcionar um período de recuperação para qualquer estrutura músculo-esquelética que esteja estressada durante o processo de trabalho. Esta revisão avaliou a eficácia de diferentes intervenções de interrupção do trabalho para prevenir sintomas e distúrbios músculo-esqueléticos relacionados com o trabalho em trabalhadores saudáveis, comparado com interrupções alternativas ou convencionais no trabalho.

Intervenções no local de trabalho para aumentar a posição de pé ou caminhar para diminuir os sintomas músculo-esqueléticos em trabalhadores sedentários

A prevalência de sintomas músculo-esqueléticos entre os trabalhadores sedentários é elevada. As intervenções que promovem a trabalhar em pé ou o caminhando parecem reduzir o tempo sedentário ocupacional. Porém não está claro se essas intervenções amenizam os sintomas músculo-esqueléticos em trabalhadores sedentários. Esta revisão investigou a efetividade de intervenções no local de trabalho para aumentar a permanência em pé ou o caminhar para diminuir os sintomas músculo-esqueléticos em trabalhadores sedentários.

Intervenções no local de trabalho para reduzir a permanência na posição sentada no trabalho

Muitas pessoas trabalham em ocupações sedentárias. A inatividade física e o excesso de sentar-se nos locais de trabalho têm sido associados ao aumento do risco de doenças cardiovasculares, obesidade e mortalidade por todas as causas. Esta revisão avaliou a efetividade das intervenções no local de trabalho para reduzir a permanência na posição sentada no trabalho, em comparação com a ausência de intervenção ou intervenções alternativas.

Iluminação do local de trabalho para melhorar o estado de alerta e o humor dos trabalhadores diurnos

A exposição à luz tem um papel importante sobre os processos biológicos, influencia o humor e o estado de alerta. Os trabalhadores podem ser expostos a luz insuficiente ou inadequada durante o dia, levando a perturbações do humor e diminuindo os níveis de alerta. Esta revisão avaliou a efetividade e segurança das intervenções de iluminação para melhorar o estado de alerta e o humor dos trabalhadores diurnos.

Correção óptica dos erros de refração para prevenir e tratar os sintomas oculares nos usuários de computadores

As pessoas que usam computadores podem ter problemas para enxergar e outras funções oculares, incluindo fadiga ocular, dor nos olhos, dor de cabeça, visão dupla e desfocada, ardor, irritação, secura ocular e lacrimejamento. Esta revisão avaliou as evidências sobre a efetividade, segurança e aplicabilidade da correção óptica dos erros refrativos para reduzir e prevenir os sintomas oculares nos usuários de computadores.

Intervenções ergonómicas para prevenir desordens musculoesqueléticas dos membros superiores e pescoço relacionadas ao trabalho de pessoas que trabalham em escritório

Os distúrbios musculoesqueléticos relacionados ao trabalho podem envolver o pescoço e os membros superiores (ombros, braços, cotovelos, antebraços, pulsos e mãos). Esta revisão avaliou os efeitos das intervenções ergonômicas físicas, cognitivas e organizacionais, ou a combinações dessas intervenções, para a prevenção de desordens musculoesqueléticos dos membros superiores e pescoço relacionadas ao trabalho em pessoas que trabalham em escritórios.

 

Agradecimentos

Esta coleção especial foi desenvolvida por Julitta Boschman (Editora-chefe, Amsterdam Satellite of Cochrane Work), trabalhando com Jos Verbeek (Editor Coordenador, Cochrane Work), Jan Hoving (Editor e Diretor Adjunto Coordenador, Amsterdam Satellite of Cochrane Work) e Monaz Mehta (Editor, Cochrane Editorial & Departamento de Métodos).

Notas de tradução

Esta Coleção Especial foi traduzida para o Português pela Cochrane Brazil (Maria Regina Torloni) em 16 de maio de 2020. A Coleção Especial em Inglês está disponível na Biblioteca Cochrane: Coronavírus (COVID-19): otimizando a saúde das pessoas que trabalham de casa.

Crédito de imagem

Imagens por Tang Ming Tung/Getty Images

Contato

Departamento Editorial e de Métodos da Cochrane (emd@cochrane.org)

Share/Save