Antibióticos aquando da remoção de um cateter central para reduzir complicações em recém-nascidos

Pergunta da revisão

A administração de antibióticos aquando da remoção de um acesso central reduz a mortalidade e outras complicações graves em recém-nascidos?

Contexto

Os acessos centrais são cateteres que são inseridos numa veia para que a ponta do cateter fique nas veias centrais junto ao coração. Os acessos centrais são necessárias para administrar medicamentos life-saving e nutrição a bebés doentes. No entanto, o seu uso é por vezes associado a complicações, sendo a infeção uma das mais comuns e importantes destas complicações. Alguns estudos sugeriram que as infeções ocorrem aquando da remoção dos cateteres centrais, tendo-se colocado a hipótese de que a administração de antibióticos, quando o acesso central é removido, poderia ajudar a prevenir a infeção e complicações associadas.

Características dos estudos

Foi identificado apenas um ensaio, pequeno e de baixa qualidade, que avaliou a administração de antibióticos no momento da remoção de um acesso central.

Resultados principais

Os investigadores não encontraram diferenças significativas na taxa de complicações entre bebés que receberam e bebés que não receberam antibióticos.

Conclusão

Atualmente, os autores da revisão não encontraram evidência suficiente para recomendar a administração de antibióticos no momento da remoção de um acesso central para prevenir complicações em recém-nascidos.

Notas de tradução: 

Traduzido por: Rute Baeta Baptista. Pediatria Médica; Hospital de Dona Estefânia; Área da Mulher, Criança e Adolescente; Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central. Área Disciplinar Autónoma de Fisiopatologia, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, com o apoio da Cochrane Portugal.

Tools
Information
Share/Save