Suplementação com múltiplos micronutrientes para mulheres que amamentam para melhorar os desfechos para a mãe e o bebê

Os benefícios e riscos da suplementação de múltiplos micronutrientes durante a lactação não são claros a partir de ensaios clínicos controlados randomizados. Vitaminas e minerais chaves, particularmente iodo, ferro e zinco, são necessários em quantidades pequenas para garantir o metabolismo normal do corpo, o crescimento e desenvolvimento físico. A deficiência de nutrientes afeta quase um terço da população mundial, especialmente em países de baixa e média renda.As mães que amamentam precisam de níveis mais elevados do que o habitual, a fim de fornecer vitaminas e minerais suficientes para a sua própria saúde e a de seus bebês, especialmente para o funcionamento normal e o crescimento e desenvolvimento do bebê.

Estudos anteriores avaliaram a suplementação de micronutrientes individualmente. Esta revisão olhou para o uso de suplementos de múltiplos micronutrientes para mulheres que amamentam para melhorar os desfechos para a mãe e seu bebê. Buscamos por estudos em 30 de Setembro de 2015 e identificamos dois pequenos estudos (envolvendo 52 mulheres) para inclusão nesta revisão. Os estudos foram realizados no Brasil e nos EUA e incluíram mulheres que tinham um baixo nível socioeconômico. Os estudos foram mal relatados e esta falta de informação tornou difícil determinar se os estudos estavam em risco de viés. Nenhum dos estudos forneceu dados para qualquer um dos resultados importantes desta revisão: doenças maternas (febre, infecção respiratória, diarreia), efeitos adversos de micronutrientes tomados por 3 dias, morte infantil (definida como uma criança morrer antes de completar um ano de idade ).

Da mesma forma, não houve dados para qualquer um dos outros desfechos de interesse. Para a mãe, estes desfechos eram anemia materna e satisfação das mulheres. Para o bebê, esses desfechos eram deficiência de micronutrientes; episódios de doença (febre, infecção respiratória, diarreia, outros), efeitos adversos de micronutrientes no prazo de três dias a contar da mulher receber o suplemento. No entanto, um dos estudos incluídos relatou que a suplementação múltipla de micronutrientes foi eficaz para mulheres lactantes se recuperarem de anemia.

Há necessidade de estudos de alta qualidade para avaliar a efetividade e segurança da suplementação de múltiplos micronutrientes para mulheres que amamentam para melhorar os resultados para a mãe e seu bebê. Estudos maiores, com longo prazo de seguimento poderiam melhorar a qualidade dos estudos e fornecer evidências mais fortes. Mais pesquisas devem se concentrar em se a suplementação com múltiplos micronutrientes durante a lactação (comparado com nenhuma suplementação, um placebo ou suplementação com menos de dois micronutrientes) é benéfica para a mãe e seu bebê e quaisquer efeitos adversos associados com a intervenção. Novos estudos devem apresentar um relatório sobre os resultados importantes, tais como os listados nesta revisão e considerar os riscos de excesso de suplementação. Estudos futuros poderiam avaliar com mais precisão uma variedade de múltiplas combinações de micronutrientes e dosagens diferentes e ver como estes efeitos resultam na a mãe e em seu bebê.

Conclusão dos autores: 

Não encontramos nenhuma evidência para avaliar quantitativamente a eficiência da suplementação com múltiplos micronutrientes na melhoria dos resultados de saúde na mãe e do bebê. Os resultados desta revisão são limitados pelo pequeno número de estudos disponíveis, amostras de pequenas dimensões e pelos estudos não relatarem sobre os resultados de interesse nesta revisão. Não há nenhuma evidência para avaliar os potenciais efeitos adversos de suplementos com múltiplos micronutrientes, particularmente de doses em excesso.

Há uma necessidade de estudos de alta qualidade para avaliar a eficiência e segurança da suplementação de múltiplos micronutrientes para mulheres que amamentam para melhorar os resultados para a mãe e seu bebê. Novas pesquisas devem se concentrar em se a suplementação com múltiplos micronutrientes durante a lactação comparada com nenhuma, um placebo ou suplementação com menos de dois micronutrientes é benéfica para os resultados da saúde materno-infantil. Estudos futuros devem recolher dados sobre os desfechos além da concentrações de micronutrientes, por exemplo: morbidade materna e infantil, efeitos adversos, satisfação materna, os riscos de suplementação em excesso e potenciais interações adversas entre os micronutrientes e os outros resultados. Isso ajudaria a preencher a lacuna entre a pesquisa sobre os resultados intermediários e os resultados de saúde a fim de desenvolver políticas sólidas neste campo. Estudos futuros poderão avaliar com mais precisão a variedade de combinações múltiplas de micronutrientes e dosagens diferentes e observar como elas afetam os resultados da saúde materna e infantil. Estudos maiores, com maior tempo de seguimento poderiam melhorar a qualidade dos estudos e fornecer evidências mais fortes. Na maioria dos estudos incluídos, o viés não pode ser adequadamente avaliado devido à falta de informações, portanto, atenção deve ser dada aos métodos adequados de randomização e sigilo de alocação, métodos adequados de mascaramento dos participantes, fornecedores e os avaliadores de desfecho para melhorar a qualidade metodológica dos estudos nesse campo.

Leia o resumo na íntegra...
Contexto: 

Globalmente, mais de dois bilhões de pessoas são estimados como deficientes em vitaminas e minerais essenciais, particularmente iodo, ferro e zinco. A maioria destas pessoas vivem em ambientes de baixa renda e são tipicamente deficiente em mais de um micronutriente. No entanto, a deficiência de micronutrientes em mães lactantes e seus bebês também permanece um problema em ambientes de alta renda, especialmente entre as mulheres que evitam a carne e/ou leite, mulheres que podem não ter suprimentos suficientes de vitamina B12 e vitamina D, e/ou as mulheres que são ferro-deficientes. Crianças pequenas, gestantes e lactantes são particularmente vulneráveis às deficiências de micronutrientes. Eles não só têm, relativamente, maior necessidade de vitaminas e minerais, por causa de seu estado fisiológico, mas também são mais suscetíveis aos efeitos nocivos das deficiências. A suplementação de múltiplos micronutrientes pode ser uma opção para resolver estes problemas.

Objetivos: 

O objetivo desta revisão foi avaliar os efeitos da suplementação múltipla de micronutrientes em mães lactantes sobre os desfechos maternos e infantis.

Estratégia de busca: 

Buscamos no Cochrane Pregnancy and Childbirth Group's Trials Register (30 de Setembro de 2015) e listas de referências de estudos recuperados.

Critérios de seleção: 

Ensaios clínicos controlados randomizados de suplementação múltipla de micronutrientes, de três ou mais micronutrientes, versus placebo, sem suplementação ou suplementação com dois ou menos micronutrientes, independentemente da dosagem de micronutrientes, em mães que amamentam.

Coleta dos dados e análises: 

Dois autores de revisão avaliaram, independentemente, os ensaios clínicos para inclusão e risco de viés, extraíram os dados e os verificaram a precisão.

Resultados principais: 

Não encontramos estudos que compararam a suplementação múltipla de micronutrientes (com três ou mais micronutrientes) versus a suplementação com dois ou menos micronutrientes.

Dois pequenos estudos (envolvendo um total de 52 mulheres) foram incluídos. Um estudo comparou múltiplos micronutrientes com placebo e outro estudo comparou múltiplos micronutrientes com um grupo que não recebeu nenhuma suplementação. Os estudos foram realizados no Brasil (36 mães adolescentes) e nos EUA (16 mulheres) e incluíram mulheres com um baixo nível socioeconômico. A falta de informação nos relatórios de estudos significou que o risco de viés não pode ser adequadamente avaliado (risco de viés incerto para muitos domínios). Não havia dados quantitativos para qualquer desfechos desta revisão de modo que realização de meta-análise não foi possível.

Nenhum dos estudos relatou sobre os resultados primários de interesse nesta revisão: morbidade materna (doença febril, infecção do trato respiratório, diarreia), efeitos adversos de micronutrientes dentro de três dias a receber o suplemento, mortalidade infantil (definida como uma criança morrer antes de completar o primeiro ano de idade).

Um estudo reportou qualitativamente sobre anemia materna (desfecho secundário desta revisão) - o estudo encontrou que a suplementação múltipla de micronutrientes foi efetiva para a recuperação da anemia, mas não havia dados para inclusão em nossa análise. Satisfação materna não foi reportada nos estudos incluídos. Da mesma forma, nenhum dos desfechos infantis secundários desta revisão foi relatado nos estudos incluídos: deficiência clínica de micronutrientes; episódios de morbidade (doença febril, infecção do trato respiratório, diarreia e outros). efeitos adversos de micronutrientes dentro de três dias a receber o suplemento.

Notas de tradução: 

Tradução da Unidade de Medicina Baseada em Evidências da Unesp, Brazil (Caroline de Barros Gomes) Contato: portuguese.ebm.unit@gmail.com Translation notes:CD010647

Tools
Information
Share/Save