Tratamento antibiótico para pessoas com bronquite aguda

Pergunta de revisão

Queríamos saber se antibióticos melhoram o estado das pessoas com bronquite aguda. Também foram avaliados os potenciais efeitos adversos da terapia antibiótica.

Contexto

Bronquite aguda é um diagnóstico clínico (baseado em sinais e sintomas relatados pelo doente) para uma tosse aguda, que pode ou não estar associada com tosse com muco ou catarro. A bronquite aguda pode ser causada por vírus ou bactérias. Os sintomas geralmente duram duas semanas mas podem durar até oito semanas. Os antibióticos são frequentemente prescritos para tratar a bronquite aguda, mas estes podem causar efeitos adversos como náusea e diarreia bem como causar reações mais graves em pessoas alérgicas ao medicamento. Não há nenhum teste prático para distinguir entre bronquite bacteriana e viral.

Características dos estudos

Foram incluídos ensaios clínicos aleatorizados, comparando a qualquer terapia antibiótica com placebo ou nenhum tratamento em pessoas com bronquite aguda ou pessoas que tinham uma tosse produtiva aguda mas sem doença pulmonar crónica subjacente. Foram incluídos 17 ensaios com 5099 participantes. Tratamentos simultâneos com outros medicamentos para aliviar os sintomas foram permitidos se tivessem sido dados a todos os participantes no estudo.

Principais resultados

A evidência é atual de 13 de janeiro de 2017.

Encontramos evidência limitada de um benefício clínico para apoiar o uso de antibióticos para a bronquite aguda. Algumas pessoas tratadas com antibióticos recuperaram um pouco mais rapidamente com menor impacto relacionado a com tosse. No entanto esta diferença não pode ter uma importância prática como consistia numa diferença de meio dia ao longo de um período de 8 a 10 dias. Houve um aumento pequeno mas significativo de efeitos adversos em pessoas tratadas com antibióticos. Os efeitos adversos mais frequentemente reportados incluem náuseas, vómitos, diarreia, dor de cabeça e irritação da pele.

Esta revisão sugere que há um benefício limitado no uso de antibióticos para a bronquite aguda em pessoas saudáveis. É necessária mais investigação sobre os efeitos do uso de antibióticos para a bronquite aguda em pessoas frágeis, idosas com múltiplas condições crónicas, que podem não ter sido incluídas nos ensaios existentes. A utilização de antibióticos tem que ser considerada no contexto dos potenciais efeitos adversos, de uma terapêutica dirigida a uma condição auto-limitada, do custo do tratamento com antibióticos e em particular a efeitos prejudiciais a nível populacional devido ao aumento da resistência aos antibióticos.

Qualidade da evidência

A qualidade destes ensaios foi geralmente boa, em particular nos estudos mais recentes.

Notas de tradução: 

Tradução por Gonçalo S Duarte, Laboratório de Farmacologia Clínica e Terapêutica, Faculadade de Medicina, Universidade de Lisboa, com o apoio da Cochrane Portugal

Tools
Information
Compartilhar/salvar